Apresentação

Gerar, disseminar e debater informações sobre DIET & LIGHT, sob enfoque de Saúde Pública, é o objetivo principal deste Blog produzido no Laboratório de Vida Urbana, Consumo & Saúde - LabConsS da FF/UFRJ, com participação de alunos da disciplina “Química Bromatológica” e com apoio e monitoramento técnico dos bolsistas e egressos do Grupo PET-Programa de Educação Tutorial da SESu/MEC.

Recomenda-se que as postagens sejam lidas junto com os comentários a elas anexados, pois algumas são produzidas por estudantes em circunstâncias de treinamento e capacitação para atuação em Assuntos Regulatórios, enquanto outras envolvem poderosas influências de marketing, com alegações raramente comprovadas pela Ciencia. Esses equívocos, imprecisões e desvios ficam evidenciados nos comentários em anexo.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Acordo para redução de sódio em alimentos

video

Em um acordo com o Ministério da Saúde, os fabricantes aceitaram diminuir o sódio de alguns produtos gradativamente. Nas misturas para bolos, a redução vai ser de 8,5% ao ano até 2014. Os biscoitos recheados vão perder 19,5% de sódio ao ano e a maionese, 9,5% ao ano também até 2014. Já a batata-frita e a batata palha vão ter a redução de 5% ao ano até 2016. A medida pode ajudar a diminuir o risco de hipertensão e doenças cardiovasculares.

Fabricantes de alimentos informaram que precisam de um prazo para se adaptar, ou seja, pesquisar o que fazer para, em uma receita com menos sódio, não mudar o sabor do alimento. Já a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), explicou que vai apenas monitorar o cumprimento do acordo, que é voluntário.

O fabricante que não reduzir o teor de sódio não vai ser multado. Mas, segundo a Anvisa, esse fabricantes também não poderá divulgar na embalagem que o produto que vende é mais saudável.

Fonte:Bom Dia Brasil. Edição do dia 14/12/2011.
Disponível em:http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2011/12/fabricantes-aceitam-diminuir-aos-poucos-sodio-de-alguns-alimentos.html

Chia e óleo de coco para emagrecer



Curiosidades sobre a chia

A produção do programa percorreu as ruas e observou que a população não faz ideia do que se trata a chia. Em reportagem, o Mais Você mostrou que a sementinha é poderosa, ajudando a combater o colesterol, as doenças cardiovasculares, a hipertensão e o diabetes.

Na verdade, a chia emagrece porque o gel que ela forma no estômago dá uma sensação de saciedade e isso diminui a fome. Além disso, a chia tem ômega 3 e combate os processos inflamatórios. Como a gordura é uma inflamação nas células, isso é evitado. Outro ponto que ajuda no emagrecimento é a capacidade que o grão tem de desintoxicar o organismo.

“A chia é a semente da sálvia, então toda semente é muito concentrada em nutrientes, como tem uma boa quantidade de óleo, o bom é que você consuma a semente”, orientou a nutricionista Mônica Dalmácio. “A chia, como a linhaça, por ser uma boa fonte de ômega 3. O ideal é que você coloque as sementes no vidro hermético, bem fechado, com pouco ar e coloque na geladeira ou, pelo menos, um lugar fresco longe da luz solar”, indicou ela.

Ana experimenta óleo de coco

Outra novidade para quem deseja perder os quilinhos indesejados é o óleo de coco. “Virou febre nos Estados Unidos por causa do seu efeito na queima de gorduras. Em um estudo realizado por lá, ficou constatado que o óleo que é extraído do coco pode dobrar o número de quilos perdidos durante uma dieta”, ressaltou Ana Maria Braga.

“Eles adicionaram óleo de coco à massa do muffin (que é um bolinho) e sobre os pratos de comida das principais refeições dos participantes, que acabaram emagrecendo bem mais do que o esperado pelos próprios pesquisadores. Na barriga, então, o resultado foi incrível:
Sete vezes mais perda de medidas do que em uma dieta comum”, destacou a apresentadora.

Na casa, a apresentadora experimentou o óleo de coco e contou como é o sabor. “Ele não é doce, não é salgado, mas tem o gostinho do coco”, disse ela. Ana ainda informou que o preço destes produtos ainda é bastante alto no Brasil




Fonte: Mais Você.
Disponível em:http://maisvoce.globo.com/MaisVoce/0,,MUL1677224-10345,00-CHIA+E+OLEO+DE+COCO+CONHECA+OS+ALIADOS+NA+GUERRA+CONTRA+A+BALANCA.html

quarta-feira, 30 de março de 2011

Jornal Hoje testa a quantidade de açúcar e gordura ingeridas por dia

O corretor de imóveis Ronaldo Adriano dos Santos aceitou o desafio. Ele filmou, durante um mês, algumas refeições que faz diariamente.

video


O Jornal Hoje fez o teste da quantidade de açúcar, sal e gordura que uma pessoa ingere por dia. O corretor de imóveis Ronaldo Adriano dos Santos filmou algumas refeições e o resultado é impressionante.

O corretor de imóveis Ronaldo Adriano dos Santos, de 30 anos, consome por mês cinco quilos de açúcar, dois litros de gordura e um quilo de sal. A quantidade de sal e gordura é o dobro que uma pessoa saudável deve ingerir. De açúcar, são três vezes mais.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

sábado, 8 de maio de 2010

ROTULAGEM PARA HIPERTENSOS

video

Hipertensos precisam ler rótulos com cuidado na hora de comprar alimentos.O sal está presente até naqueles alimentos adocicados, como o iogurte, o sorvete, o biscoito doce, a gelatina e o refrigerante, até mesmo o light.


Fonte:http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1257174-7823-VITIMAS+DA+HIPERTENSAO+PRECISAM+LER+ROTULOS+COM+CUIDADO+NA+HORA+DE+COMPRAR+ALIMENTOS,00.html

sexta-feira, 12 de março de 2010

Nova geração: expectativa de vida menor que a dos pais

É grave o alerta da Organização Mundial de Saúde: 34 milhões de crianças do mundo estão acima do peso. Os pequenos têm doenças de adultos.

video


Segundo a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), atualmente há no Brasil crianças e adolescentes com hipertensão e diabetes tipo 2. Problemas que não existiam nas gerações passadas.
A advertência da Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que o problema da obesidade infantil tende a crescer, particularmente nos países de renda média e baixa.
Com os perigos que o excesso de peso traz: colesterol alto, tromboses, derrames.Além disso, a obesidade está associada ao aumento do risco para alguns tipos de câncer, como o de mama e o de próstata.

Fonte:Bom Dia Brasil.Edição dia 12/03/2010.
Disponivel em:http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL1526294-16020,00-GERACAO+DE+CRIANCAS+PODE+VIVER+MENOS+QUE+OS+PAIS.html